quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

As três maiores religiões monoteístas do mundo - Parte 01 Judaísmo

Links para esta postagem

As mais turbulentas religiões monoteístas do mundo atual, o cristianismo, o judaísmo e o islamismo, tiveram por incrível coincidência o nascimento do mesmo lugar poderíamos dizer que o islamismo e o cristianismo são filhos do judaísmo, sendo no caso do islamismo ele pegou também características do cristianismo. Quero só mostrar aqui um breve resumo a fim de entender o cerne de cada religião. Para depois demonstrar a falácia filosófica de um ótimo cantor.


Mas vamos começar com o nosso primeiro “astro”:

Ladies and Getlemen The Judaism

A história do judaísmo é a história de como se desenvolveu a religião principal da comunidade judaica que, ainda que não seja unificada, contém príncipios básicos que a distingue de outras religiões. De acordo com a visão religiosa o judaísmo é uma religião ordenada pelo Criador YHWH*, através de um pacto eterno com o patriarca Abraão e sua descendência. Já os estudiosos crêem que o judaísmo seja fruto da fusão e evolução de mitologias e costumes tribais da região do Levante unificadas posteriormente mediante a consciência de um nacionalismo judaico.
Mas foi com Moises que a religião judaica teve seu real inicio, ele foi um líder político, e o primeiro legislador dos judeus, segundo a lenda judaica ele escreveu os primeiros cinco livros da Bíblia Hebraica, o pentateuco ou Torá, que compõe o Tanakh (a bíblia completa dos judeus) e por isto é considerado o fundador do judaísmo. Moisés segundo ele mesmo em Êxodo foi adotado pela filha do Faraó no Egito, e educado como um príncipe, mas aos 40 matou por cólera um feitor egípcio e é assim levado a fugir, levando claro seus escravos e família, durante 40 anos procura um lugar para se estabelecer, quando acha começa uma incrível e sanguinária matança das tribos que ocupavam o local, morre aos 120 anos e deixa o seu legado para Josué que foi outro líder guerreio e que continua com a matança. Moises entre diversos feitos foi o que recebeu de deus os chamados 10 mandamentos.
Considerações que devemos fazer, são a de lembrar que Moises viveu 40 anos no Egito como príncipe, foi educado e ensinado sobre a cultura e religião egípcia, astronomia e leis, nos entendimentos dos hieróglifos egípcios têm claramente os 10 mandamentos já bem inseridos na cultura, onde lá dizia “Eu nunca roubei” virou “Não Roubarás” onde era “Eu nunca matei” virou “Não matarás” e assim por em diante, não é muito lógico deus dar para Moises uma pedra escrita com suas leis, onde elas são uma clara copia das leis egípcias, poderia ser uma revelação para Moises, mas ele já sabia então não é nenhuma revelação. Então deus não passou as tabuas para Moises ele mesmo as fabricou, o que é muito mais simples, normal e lógico de ter acontecido.
Temos ai claramente uma relação intima com a cultura egípcia, e conforme Moises e seus descendentes foram anexando terras e conquistando povos, foram assimiladas muitas histórias e características, muitas lendas e mitos, como por exemplo a do dilúvio que tem relação a um mito igual para o babilônicos.
Mas o fundamental o que devemos observar aqui que os israelitas, é o povo escolhido por YHWH e eles são o único povo escolhido, os judeus não tinham uma relação muito clara com a vida após a morte, somente após o exílio na Babilônia, foram assimiladas as doutrinas de imortalidade da alma, ressurreição e do juízo final, mas o inferno dos judeus não é eterno, você só faz um tour por lá depois vai para o paraíso, não é muito clara a idéia dos não judeus nesta história, mas todos são considerados como pagãos e portando um não escolhido por Deus, apesar de pequena parcela dos Judeus aceitarem Jesus como o messias, a grande maioria sequer aceita Jesus como um profeta ou rabino, esta também é a visão judaica no caso de Maomé. Quero que guardem isto:


Não Judeu, Não escolhido por YHWH, portanto não digno.

* YHVH é o nome do Deus de Israel, é formado pelas letras hebraicas Yod,Heh,Vav e Heh, leia-se assim mas o judeus não costumam pronunciar o nome do seus deus, pois segundo sua tradição isto seria errado, então a pronuncia correta se perdeu no tempo, mas a latinização da palavra ficou YeHoVah (vertido para português para Jeová), mas entre os judeus este Tetragrama remete a Adhonaí (Soberado Senhor) ou Elohim (Deus como vocábulo deus).

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

O Obvio

Links para esta postagem
Quando me indagam como eu consigo escrever tanto sobre ateísmo ou religiões e de onde tiro tudo isto, só respondo que eu escrevo o obvio, o filosofo americano Sam Harris afirma que o ateísmo não é um jeito de pensar o ateísmo é o obvio, eu também acho e uma boa definição sobre religião esta aqui retirada do Wikipédia

A Religião pode ser definida como um conjunto de crenças relacionadas com aquilo que a humanidade considera como sobrenatural, divino, sagrado e transcendental, bem como o conjunto de rituais e códigos morais que derivam dessas crenças, sem sustentabilidade lógica ou de evidencias. A Religião pode ser considerada um delírio cujo as pessoas tendem a desenvolver com o questionamento e a ignorância de não querer achar o "saber".

Somente esta escrito o obvio.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%A3o

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A Raiz de Todo o Mal

Links para esta postagem
Eu já escrevi diversos posts mostrando a incompatibilidade entre a crença em deus e o nosso dia a dia, mostrei que deus é inútil e fugaz, não existe o porquê acreditar neste homem invisível, nossas perguntas sobre a vida e sobre o mundo são bem respondidas pela ciência, mas ultimamente também estou tentando não só mostrar como deus é algo sem utilidade prática como também a crença nele é ruim, talvez para muitos seja reconfortante ter este pai protetor, mas nunca é reconfortante o suficiente se você tiver uma pulga atrás da orelha, que é à ciência, ela atazana as pessoas que querem gozar da proteção divina, então nasce o fundamentalismo. Não conseguiremos dormir sossegados sabendo que a ciência desmente o que o padre falou. O que nos resta? Ignorar a ciência ou a religião, mas o problema de ignorar a ciência é que você irá ignorar a vida, a realidade, e se basear em uma mentira, isto é você tem que assumir todas as patologias de um louco, e a partir daí todos os absurdos é justificável.
E como o fundamentalismo surge? Vou usar o exemplo da evolução, imagine bilhões de amebas, digamos que elas sejam os crentes comuns, em determinado momento algumas amebas começam a “evoluir” para um vírus, os fundamentalistas, estes vírus só sobrevivem porque as amebas dão suporte para eles viverem, pois somente das amebas é que os vírus fundamentalistas surgem. Portanto somente dos crentes ditos moderados é que pode surgir fundamentalistas religiosos, fundamentalistas não aparecem no meu racional, então não são só os fundamentalistas que estão errados, mas todos os crentes. E Richard Dawkins mostra isto neste episódio dividido em seis partes. Depois posto o restante.

Parte 01


Parte 02


Parte 03


Parte 04


Parte 05


Parte 06



sábado, 9 de fevereiro de 2008

A Ciência como uma vela no escuro

Links para esta postagem
"A ciência não é apenas compatível com a espiritualidade; ela é uma profunda fonte de espiritualidade." Carl Sagan

Parafraseando Carl Sagan no titulo de seu incrível livro “O Mundo Assombrado Pelos Demônios - A Ciência Vista Como Uma Vela no Escuro” eu digo que a ciência pode nos dar um incrível manual, não só para lidar com o desconhecido ou com eventos físicos e químicos, mas tambem um verdadeiro manual para a vida. O método cientifico foi a coisa mais sagaz, desafiadora, moralmente correta e eticamente justa que eu já encontrei em toda a minha busca por um balizador para a vida.
A ciência não é um grande livro chato que contem formulas ou teoremas, leis e sentenças matemáticas, ela não é só um corpo de conhecimento, mas também uma maneira de pensar.
Mas o que é o método cientifico? Ele consiste nos seguintes aspectos:

Observação - Uma observação pode ser simples, isto é, feita a olho nu, ou pode exigir a utilização de instrumentos apropriados.
Descrição - O experimento precisa ser replicável(capaz de ser reproduzido).

Previsão - As hipóteses precisam ser válidas para observações feitas no passado, no presente e no futuro.

Controle - Para maior segurança nas conclusões, toda experiência deve ser controlada. Experiência controlada é aquela que é realizada com técnicas que permitem descartar as variáveis passíveis de mascarar o resultado.

Falseabilidade - toda hipótese tem que ser falseável ou refutável. Isso quer dizer que mesmo que haja um consenso sobre uma hipótese ou teoria, é necessário que se mantenha a possibilidade de se refutá-la. Está fortemente associada ao fato que uma teoria nunca é definitiva. É um dos elementos mais importantes do método científico.

Explicação das Causas - Na maioria das áreas da Ciência é necessário que haja causalidade. Nessas condições os seguintes requerimentos são vistos como importantes no entendimento científico:
Identificação das Causas
Correlação dos eventos - As causas precisam se correlacionar com as observações.
Ordem dos eventos - As causas precisam preceder no tempo os efeitos observados.

Mas o que estas idéias sobre o método cientifico tem a haver com a vida e não somente com um experimento laboratorial? Tudo! Se você desenvolver cada item descrito acima você se tornará uma pessoa melhor, mais correta, mais justa e muito mais culta.
Por exemplo, se você for uma pessoa observadora, notando como as coisas funcionam, tendo a curiosidade de analisar e verificar como aquilo esta se procedendo, não é somente útil para saber como aquilo funciona, mas ao observar atentamente uma discussão ou atitude de um empregado, esposa, irmão ou amigo, pode te ajudar a entender como a pessoa "funciona" e também a não errar em alguma decisão que porventura você vá tomar.
No caso da descrição, ao realizar um trabalho de forma descritiva, alem de você conseguir um padrão que pode te ajudar ao tentar realizar novamente o trabalho, mas também consegue assim que todos entendam e repliquem o seu trabalho com mais facilidade, isto vale para o seu trabalho, e vale também para quando você for ajudar uma pessoa, ao ensinar ela como conseguir aquilo em vez de somente dar aquilo, ela assim passará para outras pessoas, pois existe um procedimento descritivo.
Na previsão temos a coerência dos fatos, devemos tomar o cuidado com nossas atitudes no presente, utilizando o passado como referencia podemos evitar erros futuros. Neste caso não me adianta agir de forma que já deu errado no passado, todas minhas ações têm que funcionar bem no passado, no presente e no futuro, isto nos torna coerente e correto, já que assim não tomaremos decisões arbitrárias, onde favorecemos uma pessoa de um jeito e no futuro não favorecemos outra.
Controle, aqui uma das principais técnicas, o controle só não nos da segurança no que estamos fazendo como elimina enganos, não nos deixa com medo de errar, e também não cria mascaras, muitas pessoas não controlam sua vida de forma correta elas mascaram os resultados, elas não enxergam o mal que estão fazendo, e acreditam que estão fazendo o que é certo, mas nunca avaliaram se aquilo esta dentro do seu controle e de tentar desmascarar os resultados.
A falseabilidade é o tomo central do método cientifico, diferente de todos os outros métodos, a ciência é a única aberta, é a única que diz “por favor, prove que estou errada”, ela diz que nenhuma idéia, hipótese, teoria ou lei é imutável e permanente, todas podem e devem ser falseável, isto é, sempre pode existir alguma idéia que desmonte todas as outras e a ciência nunca vai cansar de mostrar que ela estava errada. O que isto nos ensina? A humildade na sua forma mais pura, um seguidor do método religioso diz que ele é o conhecedor das causas e da vida, não admite visão diferente, por mais que existam provas que mostrem que provem o contrario ele não admite e se fecha naquele mundo, ele não admite nunca que está errado, do contrario do cientista que por natureza tem que admitir que está errado, mas isto lhe torna um fracassado? Não muito pelo contrario, quando o cientista prova o seu erro é porque descobriu uma teoria maior e melhor, esta é a grande beleza da ciência, ela evolui. E usar isto no seu dia a dia é de suma importância. Por melhor, por mais rápido, por mais eficiente que seja o que você estiver fazendo, aquilo pode ser melhor, mais rápido e mais eficiente, tanto no seu trabalho quanto na sua vida pessoal, aceitar o erro e evoluir é uma mostra de como a ciência é um dos melhores guias para a vida de uma pessoa.
E por ultimo, sempre explique as causas, se você explicar o porquê das coisas e a causa, isto vai te evitar maus entendidos e interpretações errôneas de eventos e fatos que podem no futuro por forma de boatos causarem grande dor de cabeça para você. Pode levar também em incompreensão de alguma ordem que você esta dando para o seu empregado. E lógico principalmente no ensino de crianças, nunca ensine algo que não tenha relação com os fatos, isto confunde, embaralha e desestimula a criança a pensar de forma coerente. Todas as causas devem ser explicadas conforme elas realmente acontecem e nos tempos em que elas acontecem.
Expliquei de forma rápida, mas o método cientifico pode nos dar muito mais, ele nos ajuda a ser pessoas melhores. Tentarei mostrar mais tarde com isto é possível.

Um ótimo livro para isto é o que eu citei acima “O Mundo Assombrado Pelos Demônios - A Ciência Vista Como Uma Vela no Escuro” do Carl Sagan, este livro deveria ser ensinado em escolas e deveria estar na sala de estar aberto, e todo o dia a família deveria se reunir e ler uma parte do livro, e depois deveriam discutir aquela parte, aposto o meu peso em ouro que o mundo seria melhor e mais justo.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

A Bíblia

Links para esta postagem

“Eles vieram com uma Bíblia e sua religião – roubaram nossa terra, esmagaram nosso espírito... e agora nos dizem que devemos ser agradecidos ao ‘Senhor’ por sermos salvos.” Chefe Pontiac

Estou em uma fase a fim de desmoronar o argumento cristão que sem a religião não teríamos noção de moral e ética, por isto estou lendo bastante e segue abaixo um trecho de um trabalho escrito por John Hartung.


A Bíblia é m guia da moralidade entre membro do mesmo grupo, contendo instruções para o genocídio, para a escravização de forasteiros e para a dominação do mundo. Mas a Bíblia não é malévola devido a seus objetivos ou à glorificação do assassinato, da crueldade e do estupro. Muitas obras antigas fazem a mesma coisa — a Ilíada, as sagas islandesas, as lendas dos sírios da Antiguidade ou as inscrições dos maias, por exemplo. Mas ninguém sai por ai vendendo a Ilíada como base da moralidade. Ai é que esta o problema. A Bíblia é vendida, comprada, como um guia para orientar a vidas pessoas. E é, de longe, o maior best-seller de todos os tempos.


Pela bíblia ser o livro mais vendido de todos os tempos e por ela ter sido escrita a muitos mil anos atrás, e foi escrita em forma de parábolas e historinhas, hoje se tem um grande mal entendido sobre este livro, porque é difícil de entender o que esta escrito nele? Não de jeito nenhum é muito simples o que esta, escrito nele é pura ficção, se for levado desta maneira ele entra para o rol de excelentes livros de mitologia antiga, mas as pessoas insistem em achar que aquilo é uma verdade, todo o preconceito, toda a brutalidade toda insensatez encontrada naquelas páginas é nos dado como verdade que nunca deve ser sequer contestadas, e esta herança maldita é passada de pai para filho, aumentando a segregação da espécie humana e aumentando o ódio entre os que não partilham de sua religião.
Sempre que pergunto sobre alguma incoerência bíblica, como o porquê quando Jesus apareceu para os Apóstolos depois de morto ele usava ataduras nos ferimentos? O cara não precisa das ataduras, ele tinha acabado de ressuscitar, porque ele não fechou os ferimentos? Um milagre muito mais simples se comparado com o de ressuscitar não é? Daí vão me falar que as ataduras são uma figura de linguagem e que é muito difícil interpretar a bíblia e que ela não pode ser lida literalmente ao pé da letra e blá blá blá, mentira, agora quando eu leio que ele ressuscitou daí sim ninguém usou uma figura de linguagem? Não pode ser a figura do sol nascendo para ficar com os dias mais longos como mostrei neste post? Ou simplesmente a figura de linguagem que Jesus morreu, mas ressuscitou nos corações dos cristãos e assim ele nunca terá morrido? Para todo milagre bíblico posso citar no mínimo cinco figuras de linguagem bem convincentes.

Ótimo site, pena que esta em inglês
http://strugglesforexistence.com/?p=Introduction

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

O crime do ensino religioso para crianças

Links para esta postagem
“Sempre que a moralidade baseia-se na teologia, sempre que o correto torna-se dependente da autoridade divina, as coisas mais imorais, injustas e infames podem ser justificadas e estabelecidas.” Feuerbach

Já falei sobre o batismo, mas o batismo é só a ponta do iceberg, ao você batizar uma criança forçando ela aceitar tudo o que você acha que é certo, você começa a doutrinação e manipulação moral e ética do que ela pode e quer ser no futuro, este tipo de lavagem cerebral, que inclui, ensinar para a criança que o papai do céu existe, que ele é bom e que devemos sempre obedecer, porque senão você irá arder no fogo do inferno e o pior desde cedo você é obrigado a ouvir as horripilantes estórias de terror que a bíblia conta, onde genocídios, carnificinas e derramamento de sangue, são continuamente jogados em sua mente infantil, alem de tudo desde de cedo você aprender o pior método de se ter ética e moral, o método do “se você não for bom você vai sofrer” isto é não importa se é importante ser bom, o importante é que se não for você ira sofrer a ira de deus te mandando para o inferno, onde o horror e a dor são eternos, você então não se torna uma pessoa boa, você se torna uma pessoa boa por medo, isto se não existisse deus você mataria? Roubaria? Não lógico que não é mais que provado que a religião não lhe da os princípios morais e éticos que você necessita, na verdade ela destrói o espírito dizendo que você tem culpa por ser humano, e que a única salvação é a sua morte.
No excelente livro de Richard Dawkin - Deus, Um Delírio, ele nos mostra um curioso estudo feito com mais de mil crianças israelitas, o estudo foi feito pelo psicólogo israelense George Tamarin, ali ele apresentou para as crianças o relato da batalha de Jericó, do livro de Josué:

Disse Josué ao povo:”Gritai, porque o SENHOR vos tem dado a cidade. Porém a cidade será anátema ao SENHOR, ela e tudo houver nela [...] Toda a prata, e o ouro, e os vasos de metal, e de ferro são consagrados ao SENHOR; irão ao tesouro do SENHOR” [...] E tudo quanto havia na cidade destruíram totalmente ao fio da espada, desde o homem até à mulher, desde o menino até ao velho, até ao boi e gado miúdo, e ao jumento [...] Tão-somente a prata, e o ouro, e os vasos de metal e de ferro deram para o tesouro da casa do SENHOR.

Foi dado às crianças as opções de resposta A (aprovação total), B (aprovação parcial) e C (reprovação total) e que podiam tecer comentários. Os resultados foi 66% para A, 26% para C e 8% para B, entre os comentários dados para justificar figuraram alguns citados por Dawkins, mas em suma eles dizem que por ser uma ordem divida não deviam desobedecer, pois ai iriam sofrer a ira divina, outros acharam que isto era bom para o povo de Israel, pois assim como deus ordenou ficariam com as terras e com o ouro, até os que reprovaram a ação deram como justificativa que não deveriam fazer isto, pois entrariam em terras imundas e outras acharam que deveriam ter poupado os animais para usa-los depois, veja que neste caso as crianças de 8 a 14 anos, não poderiam ter este tipo de pensamento selvagem, só poderiam ter adquiridas de figuras paternas, mas o teste seguiu de forma criteriosa e baseada no teste do duplo cego.
Em outro grupo de controle com crianças da mesma característica Tamarin, trocou o nome de Josué por Gen. Lin, e Israel por Reino chinês de três mil anos, e agora somente 7% aprovaram o comportamento do Gen. Lin e 75% reprovaram a atitude, isto só prova o poder maligno da religião, primeiro ela não embute a moral e ética nas crianças, pois deveriam reprovar também o comportamento de Josué, como reprovaram o comportamento do Gen. Lin, isto é um traço evolucionista de proteção da espécie humana, a religião neste caso serve para alterar a moral e ética e transformar ela refém do medo e dos quereres de deus.
E os ditos quereres de deus, são sempre os quereres humanos, um papa como os Borgias representam o querer de deus? Como saber se não é o querer da própria pessoa que diz porta voz de deus? Como no caso das crianças podemos suportar o genocídio em nome do seu deus? E não suportar se for feito por outra religião?
Isto não nem de longe um método coerente e correto de se educar uma criança, enquanto ela deveria ser educada em conformidade com a razão, a moral e a ética, não por temor a um homem invisível que vê tudo, mas porque realmente isto é o certo, saber que ela é uma combinação infinita de possibilidade que ela esta aqui por um incrível acaso, e que tudo o que ela merece ser esta pessoa que é e que a morte é o premio de uma vida de gloria e crescimento pessoal e da humanidade. Ensinar que com a razão e a coerência dos fatos e dos sentidos humanos, ela estará criando um mundo melhor para ela e para todas as outras pessoas, saber que aqui é o mundo em que vive e que somente aqui é o que interessa. Como a pesquisa mostrou somos bom por natureza o que nos estraga é deus.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Sol – O Deus Supremo e o Mito de Jesus Cristo

Links para esta postagem
“Se 5 bilhões de pessoas acreditam em uma coisa estúpida, essa coisa continua sendo estúpida.” Anatole France



Todos já viram que o Sol é o deus de muitos cultos antigos, existem referencias a um Deus Sol que remota a 10.000AC, ele era sempre referenciado como o salvador do mundo, pois toda manhã ele trazia o calor, segurança, salvava do breu da noite e seus predadores, dava ampla visão, luz do mundo, lógico que na antiguidade existiam pessoas inteligentes que começaram a observar certos padrões no céu noturno e assim surgiram as constelações:


As Constelações

São estrelas que aparecem umas perto das outras e que arranjadas de certa forma pareciam com eventos e personificações de acontecimentos da época, e foram identificadas ao todo 88 constelações, e existem 12 grandes constelações as chamadas constelações zodiacais que antigamente cada uma delas ficava oculta atrás do sol em um tempo praticamente igual há um mês, todas relacionadas a alguma situação em especifico, elas percorriam o céu inteiro durante um determinado tempo que é de quase 366 dias, valendo lembrar que estas personificações foram feitas no hemisfério norte e a cultura antiga dominante no mundo, provem desta cultura, e as estações do ano e eventos com as estrelas e o sol são baseados em observações feitas por estes moradores antigos do hemisfério norte, muito eventos não acontecem aqui no hemisfério sul, por exemplo, os índios Tupi-Guarani tinham outras constelações como a Constelação da Ema, que indicava o inicio do inverno, a Constelação do Homem Velho que indica o inicio do verão, mas como quase tudo esta cultura foi suplantada pela cultura do Velho Continente.
Mas o que isto tem haver com Jesus? Tudo, eu comecei a pesquisar sobre a hipótese de Jesus ser um mito, verifiquei vários sites, baixe um programa que simula as constelações e o movimento do sol, dois meses de pesquisa e no final descubro um ótimo documentário que fala basicamente o que eu falo em minha pesquisa, e apresento para vocês em três partes este excelente documentário.
Vale dizer que isto também é uma hipótese, como eu disse sobre o livro “O Código DaVince” a história pode ser um grande mentira mas é 1 milhão de vezes mais plausível que a historia bíblica, agora sobre este documentário não tem nem o que dizer, se não fosse a falta de algumas evidencias históricas seria praticamente um relato de como as religiões nascem, não tem nem o que falar sobre o que é mais plausível, e entre um e outro é muito mais fácil a história que se apresenta em seguida ser mais real que a bíblica (e pode ter certeza disto).


Parte 01


Parte 02


Parte 03




É uma boa história em minha gente

Após uma pesquisa escrevi mais neste post aqui "Jesus é um Mito"

Qualquer problema com o link

Parte 01 - http://www.youtube.com/watch?v=EfoyNqDm8iI

Parte 02 - http://www.youtube.com/watch?v=uRtDV-vaoGs

Parte 03 - http://www.youtube.com/watch?v=7Iz5lfsEPd0

domingo, 3 de fevereiro de 2008

A Grande Piada

Links para esta postagem
Opa opa opa, sim a maior piada do homem é deus, toda vez que eu penso em deus eu dou risada, como podemos crer em algo como deus, como? Tenho tentado explicar isto em vários posts, mas sinceramente é difícil. Como pessoas levam tão a sério esta historinha? Como levar a sério um doutor em Teologia? Como levar a sério uma pessoa que simplesmente inventa tudo o que fala? Este é a nossa grande piada. Imagino se existe um antropólogo ET há milhões anos luz da Terra nos observando e catalogando nossos costumes, com certeza ele da boas risadas com esta historia de deus. Eu também, e este cara aqui em baixo também, todos deveriam, gente sério, não precisa ficar com vergonha eu também acreditei nisto, então não precisa se envergonhar, um novo mundo te espera e vamos todos rir de nossas idiotices.

Imagine

Links para esta postagem
“O fato de um crente ser mais feliz que um cético não é mais pertinente que o fato de um homem bêbado ser mais feliz que um sóbrio.” George B. Shaw



Eu cito aqui vários compositores e artistas ateus, mas nunca foi à intenção de falar que eles são melhores que os não ateus, o problema é a grande fantasia que foi criada em relação aos ateus serem chatos, não criativos, incapazes de amar e de sentir qualquer emoção, talvez este mito viesse devido porque os ateus têm forte ligação com o ceticismo e assim sendo não se deixam levar por qualquer fantasia, mas ai subsiste um grande engano.
Os ateus têm sim grande ligação com o ceticismo, mas o que isto tem haver com amar e sentir? Para a cabeça de muitos tudo, para a cabeça de um ateu nada. Eu posso me divertir lendo Harry Potter? Posso é uma fantasia uma ficção, a diferença que eu termino de ler o livro e não monto em uma vassoura e pulo de um prédio, o ateu, só é chato e isto ele deve ser mesmo, quando a fantasia é levada a sério, como em astrologia, achar que o que esta escrita na bíblia é verdade, teorias sem pé nem cabeça, milagres e toda uma gama de idiotices que são levadas como algo real pelos crentes. Agora me dizer que o ateu não vive não ama ou não tem sentimentos só porque ele não quer ser idiota? Bom então prefiro ser chato mesmo, pois viver em auto-enganação sobre os mais diversos assuntos é um problema sério, isto leva a preconceito, mal entendidos, intolerância, imposição e o principal fecha a mente, este é outro detalhe, muito dizem que eu tenho que abri mais a minha cabeça a outras opiniões, podem ter certeza que eu sou muito mais cabeça aberta que os crentes, eu estou sempre pré disposto a acreditar em deus, pois a beleza do pensamento cientifico é esta, eu tenho provas sem certeza, enquanto os crentes tem certeza sem prova alguma, hoje não existe prova alguma da existência de deus, mas no primeiro momento que existir, eu seria um teista sem duvida nenhuma, mas hoje tem é provas contra a existência de deus e o que os crentes fazem? Nada, eles só as ignoram, enquanto eu estou pré disposto a acreditar eles não estão, eu tenho a mente aberta, eles se fecham, crêem em algo que não existe prova alguma.
Então é por isto que cito vários, personagens ateus, somos capazes de amar, temos filósofos, roqueiros, escritores, sambistas, poetas, cientistas, políticos, advogados, médicos, engenheiros, biólogos, palhaços, todas as classes de pensamento e opinião, amamos, somos esperançosos, felizes, alegres. A única coisa é que não somos idiotas só isto.

Este vídeo mostra umas das musicas mais lindas esclarecedoras que eu já ouvi, sim composta por um Ateu.









Acima de nós só o céu

Imagine

É facil se você tentar

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Maravilhosa Ciência

Links para esta postagem

“(...) a natureza não é cruel, apenas implacavelmente indiferente. Esta é uma das lições mais duras que os humanos têm de aprender. ” Richard Dawkins


Marina Silva nossa ministra do Meio Ambiente, recentemente discursou em um evento criacionista como ministra do Meio Ambiente, lógico que Marina Silva, pode e deve expressar a sua opinião, mas nunca em novo de um governo que me representa e eu como um bom ateu, e entusiasta da ciência não posso ser representado por alguém que defende tal falácia, o estado brasileiro é laico e acima de tudo deve e é calcado na ciência (em tese em tese)
Os cientistas americanos demoraram em se manifestar contra o criacionismo e isto rendeu boas dores de cabeça, chegando a certo ponto ser aprovado como alternativa a teoria da evolução de Darwin, mas a reação veio e foi restabelecida a ordem.
Mas o que é o criacionismo? É uma explicação sem base verificável que o universo foi criado por outrem, assim sendo o homem também teria sido criado. Mas ciência com o tempo foi mostrando que não existe nenhuma evidencia no universo que de alguma coisa criada, e esta teoria levou três grandes facadas proporcionadas por Copérnico, Darwin e Freud, colocou o homem em seu devido lugar um produto aleatório do caos universal. Por um tempo o criacionismo ficou no limbo em que merecia estar até hoje, mas um malogrado cientista que não entendeu a teoria de Darwin criou o termo Design Inteligente, isto é o homem seria complexo demais para ser fruto do acaso, a ministra do Meio Ambiente defende que esta teoria deveria ser ensinada nas escolas como alternativa a teoria da evolução, esta grande fálica engana muitos cientistas imagine crianças.
A teoria de Darwin não se chama Seleção Natural por acaso, note a palavra seleção, as mutações surgem aleatoriamente, mas os traços subseqüentes não têm nada de acaso, como expliquei o mundo segue uma lógica observável que só tem uma via, e aplica muito bem o conceito de eficiência, a evolução aprimora de forma racional e constante todos os seres, mas ela não vai testando as opções ao acaso, como os criacionistas interpretam a teoria, a evolução imita de forma muito eficiente a forma de um projetista realizar o seu “projeto”, por exemplo, você vai projetar algo, vamos imaginar uma cadeira, para manter ela de pé você vai projetar ela com uma perna só? Daí você vai ver que ela não se sustenta daí vai projetar com duas, vê novamente que ela não se sustenta daí vai projetar com três pernas, vê que não se sustenta daí projeta com quatro pernas, daí vê que se sustenta daí projeta uma cadeira com quatro pernas feita de isopor, vê que quebra logo, daí projeta feita de papelão, vê que não certo também, e ai vai você testa todas as opções até dar certo? Não você elimina as coisas que de forma lógica não vão funcionar para aquele propósito. É o mesmo caso da seleção natural, ela somente irá funcionar quando de forma lógica, ela não vai fazer uma cadeira que não fica de pé, isto porque ela precisa de outrem para projetar isto? Não como expliquei no post sobre como tudo começou, não tem muita solução se 2 + 2 = 4, como no caso da cadeira que precisa de quatro pernas, a seleção natural é impedida de fazer uma cadeira de uma perna* pois é impossível, não se precisa de alguma coisa projetando algo que logicamente tem um caminho só, o próximo passo é que da mesma forma que temos vários tipos de cadeira, temos varias variações possivelmente lógicas para cada caso, e a opção mais eficiente vai se sobrepuser a outras opções, isto porque um criador quer? Não isto porque algo ineficiente é naturalmente e logicamente eliminado, em uma corrida de Formula 1, somente os motores mais eficientes ganham, os outros vão sumindo de forma natural, não precisamos de alguém para tirar os itens ou características ineficientes elas com o tempo serão eliminadas pois de forma lógica não sobrevivem, por logicamente serem ineficientes, é isto mesmo é idiota assim mesmo esta é a maravilha da ciência ela quando entendida e explica gera os costumeiros “OOOOO nossa não sabia que era assim”.
Mas poucas pessoas entendem ou querem entender isto, imagine uma criança, ela vai acreditar no sofisma que tudo é complexo demais para surgir do acaso, quando na verdade ela perde uma grande oportunidade de aprender como realmente tudo acontece, e mais um detalhe que adoro comentar NÃO SOMOS COMPLEXOS DEMAIS**.

* Por favor, gente quando falo em uma perna isto é uma perna que não de sustentabilidade suficiente, agora se você colocar uma perna no centro da cadeira e esta perna tiver uma base e ser robusto o suficiente, você pode fazer uma cadeira com uma perna só, mas isto também tem haver com a lógica.
** Já falei sobre isto em outros post, mas vou fazer um especial em breve.