segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Frases sobre Deus - Parte 01

Links para esta postagem
Eu nunca entendi a frase “Deus não escolhe os capacitados. Deus capacita os escolhidos”, bom eu sou engenheiro civil, sou perante a sociedade e as leis brasileiras, capacitado a exercer esta profissão, tenho uma pós-graduação e estou terminando a segunda, não acredito em deus desde antes de entrar na faculdade, logo, se deus existir e o mesmo me escolheu para ser capacitado, não foi devido a eu frequentar uma igreja, rezar, louva-lo, ter alguma religião, e isto não se aplica só a minha pessoa, 98% dos membros da Academia de Ciências dos Estados Unidos são ateus, ou não professam nenhum tipo de religião, e são pessoas de altíssima capacitação, inclusive com vários prêmios Nobel. Então temos algumas perguntas. Deus realmente se importa com a religião dos que ele escolhe para capacitar? Esta frase é tem algum sentido prático? Deus não existe e simplesmente cabe a cada um lutar e estudar para se capacitar? Eu vou na ultima.

sábado, 19 de novembro de 2011

Belo Monte é necessário

Links para esta postagem
Belo Monte é a bola da vez. O Brasil precisa de energia, estamos crescendo muito, o nosso mercado interno é grandioso devido aos incentivos de anos e anos dados pelos governos FHC e Lula, tanto para as pessoas de baixa renda (Lula) quanto para as industrias e modernização do país (FHC), o que isto representa? Vida melhor para todos, precisamos de infraestrutura, escolas, computadores, carros, celulares, água quente, luz para todos, serviços melhores e mais rápidos, ar condicionados, precisamos disto tudo, não podemos renegar a nossa vida boa aqui no sudeste com tudo de bom e do melhor (dentro do padrão brasileiro) e exigir que os nordestinos não tenha acesso a estas coisas ou qualquer um não tenha isto, e para todos desfrutarem da vida moderna precisamos de energia, e não temos como inventar a mesma do dia para a noite, Belo Monte proverá 11mil MW (precisamos desta energia hoje, já). Depois do vídeo dos atores globais fui pesquisar alternativas da Belo Monte e cheguei as seguintes conclusões: 


1-) Precisaríamos investir um valor maior que Belo Monte em usinas eólicas e mesmo assim não supriria pois não temos tempo suficiente para instalar , fora que a produção destes geradores é muito mais poluidora que uma lago no meio da amazônia, sem duvida. Energia solar? Segundo o site http://www.energy.ca.gov/siting/solar/index.html precisamos de 300mil acres para gerar 24 GW isto é 600km² de área para gerar 12GW basicamente a mesma área alagada (0,0116% da área da Amazônia legal) para gerar a mesma energia de Belo Monte, esta área seria totalmente estéril, diferente da lagoa que vai ter uma fauna e flora abundante, em termos ecológicos a lagoa é melhor que os painéis solares, os moradores se adaptam muito rapidamente diferente de outros casos. E não teríamos tempo para instalação e local para isto, os atores falam que ela irá ficar sem funcionar um tempo do ano, mas isto é normal quando falamos de energia, ou você acha que vamos ter vento e sol o tempo todo, no caso do sol sabemos que 50% do ano não vamos ter (noite) fora os dias nublados, com chuva, etc. etc., no caso eólico é pior  tem meses que não venta nada, na verdade o tempo de funcionamento de Belo Monte é superior as duas soluções.  Devemos lembrar também que a utilidade de Belo Monte foi diminuída para impedir uma destruição maior. Também devemos lembrar que energia não se acumula e fontes intermitentes como eólica e solar não podem ser fonte unica. Hidroelétricas são sim energias limpas e renováveis.


2-) Então temos que engolir Belos Montes? De certa maneira sim, mas, a partir de agora devemos cobrar do governo um trabalho de incentivo de produção de energia solar nas casas das pessoas, Dilma vetou no programa "Minha casa, minha vida 2" um subsidio para as casas com painéis solares, é nisto que deveríamos protestar, outra solução é  investir em  PCH's que são menos danosas, parques eólicos estão sendo construídos no Brasil todo e precisão ser construídos mais e mais, precisamos reciclar o nosso lixo, programas de incentivo para as industrias modernizarem suas matrizes energéticas, isto soluciona? Sim, se não isto teríamos que diminuir a produção brasileira, cortar incentivos de repasse de verba, investir menos em infraestrutura, hospitais, escolas, e mesmo assim não resolveria, se vivermos como se estivéssemos no Congo, ai não precisaríamos de Belos Montes.


3-) É obvio que não vamos diminuir os investimentos temos de dar oportunidades para todos, não vamos deixar de usar um computador, não vamos deixar de fazer nada do que fazemos e não podemos deixar quem esta subindo de fazer, mas então o que fazer? Fazer? Só teremos solução para este problema pela ciência, se alguém descobrir alguma maneira de produzir energia mais barata e abundante para todos, para meio ambiente e humanos, chance de viverem em harmonia, só a ciência pode nos prover tal coisa. Para isto? Cobre investimento em educação e pesquisa, estamos caminhando para muitas coisas boas na área, mas não é para amanhã nem daqui 10 anos, tempo este que precisamos de energia e precisamos de Belo Monte.


http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/brasilianasorg-sobre-a-usina-de-belo-monte?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

http://www.brasil247.com.br/pt/247/brasil/25221/Belo-Monte-v%C3%ADdeo-de-globais-%C3%A9-teatro.htm

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Morte

Links para esta postagem

Se existe vida após a morte porque todo mundo lamenta quando alguém morre? O certo seria dar os parabéns pela passagem não? Se realmente nascemos já com a ideia de deus e esta não é imputada com o trio ignorância/cultura/geografia não choraríamos a morte das pessoas porque não estamos perdendo, seria muito idiota chorar a morte, mas choramos, sentimos a perda (grifo), e isto é natural, o sentimento é natural, muito mais natural que "sentir" deus, já que este sentir “deus” é manifestado por cada um de uma forma diferente, e em minha opinião como algo natural, achar que isto é algo divino leva a coisa idiotas como 11 de setembro, cruzadas, caça as bruxas e ai vai, ora se uns dizem que a religiosidade é natural (que para mim não é) porque este sentimento de perda também é? Deus não existe no nosso subconsciente não nascemos com ele, à mesma ideia que explica deus, explica o nosso pesar na morte, o desconhecido e nossa ignorância, no final com a morte nem a ideia de deus nos dá suporte, por mais que usamos esta ideia como muleta. 

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Uma revisão na Bíblia, nos mandamentos?

Links para esta postagem
"Se comprares um servo hebreu, seis anos servirá; mas ao sétimo sairá livre, de graça.
Se entrou só com o seu corpo, só com o seu corpo sairá; se ele era homem casado, sua mulher sairá com ele. "Se alguém ferir a seu servo, ou a sua serva, com pau, e morrer debaixo da sua mão, certamente será castigado; Porém se sobreviver por um ou dois dias, não será castigado, porque é dinheiro seu".



Isto esta escrito na Biblia http://www.bibliaonline.com.br/acf/ex/21 A Bíblia é a palavra de Deus? Isto é a palavra de Deus? Ou do homem? Mas como Deus não consegue e não conseguiu se expressar de forma mais clara? Porque nem Jesus condenou a escravidão? Porque Jesus não disse uma palavra sobre o meio-ambiente? Não precisamos de uma revisão? Ou deletar algumas partes? Não seria a bíblia só um livro antigo de um povo antigo?


Os teólogos certamente viriam e falariam, que estas leis são do poder secular e não a religião, certo, concordo com eles, mas para uma sociedade como a judaica, ainda mais  daquele tempo em que Deus resolvia problemas até de infertilidade (veja o caso Abrão e Sara), não seria fácil para Ele chegar e falar para Moises, que era errado possuir outro humano como escravo? Deus falou com Moises, por um arbusto flamejante e lhe entregou os 10 mandamentos, e neles não encontramos nada sobre escravidão. Deus esqueceu? Achou que não tinha importância? Não falta ai uma atualização? Hoje em dia Deus não poderia mandar outra falando sobre, por exemplo, o MEIO AMBIENTE, do tipo 11º - NÃO DEGRADARAS O MEIO AMBIENTE E VIVERÁS EM HARMONIA COM TODOS OS SERES DESTE PLANETA, espera ai este mandamento podia ser escrito na época não existe nada de novo , ou 12º NÃO DEVERÁS MANTER OUTRO HUMANO COMO ESCRAVO, custaria muito deus que criou o universo, entre as coisas do Universo, criou o Sol, ele sabe como funciona a fissão e fusão nuclear e podia escrever 13º NÃO USE DE SEU CONHECIMENTO SOBRE AS MENORES PARTES QUE LHE COMPÕE PARA CRIAR BOMBAS, ou melhor 14º NÃO FAÇA GUERRA pelo contrário na Bíblia, principalmente no velho testamento, Deus é um guerreiro sanguinário, em várias ocasiões ele ordenou que o "seu povo" matasse a todos em uma vila ou cidade. Seria difícil para Deus atualizar os seus mandamentos? Seria difícil ele escrever estas outras coisas na época? Deus em certo momento na bíblia da dicas ridículas para tratar a Lepra, como cortar pombos e jogar o sangue nas pessoas, mas em nenhum momento ele falou sobre o fungo que dá no pão que é base da penicilina? Como podemos acreditar em um Deus tão omisso, tão descuidado? Será que ninguém percebe este erros incríveis?



sexta-feira, 29 de abril de 2011

Passar Roupas

Links para esta postagem
Você lava suas roupas, e depois deve passa-las porque convencionamos que deve ser feito desta maneira, usamos um aparelho (ferro de passar roupa) criado para deixar as roupas lisas, este equipamento em média consome 1200W/h imaginemos, que metade da população mundial se utilize deste aparelho, 3bilhões de pessoas (vou fazer as contas usando números a favor do aparelho) e que estas pessoas estão em famílias de média com 5 pessoas, temos então 600milhões de utilizações/mês, calculo por baixo que cada família utilize somente 1hora por mês este aparelho, teríamos um consumo mensal de 720bilhões de W/mês ou 720milhões de kW/mês. No Brasil o consumo médio de uma residência é de 150kW/mês, com estes valores conseguiríamos sustentar nada menos que quase 5 milhões de residências isto é quase a grande São Paulo inteira, isto é, conseguiríamos sustentar a grande São Paulo só usando roupas amassadas. 
Mas vamos então calcular, quanto à cidade de São Paulo sozinha iria economizar se largássemos esta convenção, de usar roupas sem nenhum amassado, temos 11milhões de pessoas e pelas mesmas contas descritas acima, teríamos uma economia de 2.64milhões de kW/mês, ou 17.600mil residências, ou uma cidade de quase 100mil habitantes. Na minha sincera opinião é um grande desperdício, quando levamos em conta que é só para mantermos nossas roupas desamassadas, e que isto representa uma convenção social de séculos atrás.
                Mas do papo para a prática como isto poderia ser feito? Uma nova moda, usar roupas amassadas seria a moda do século, como? Fica a critério dos estilistas, eles teriam que dar um jeito nisto, as lojas, os comercias, as novelas, alguém forte desta área teria que comprar esta ideia, vamos esperar para ver a economia é garantida.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

O certo o errado e o que nos resta.

Links para esta postagem
Não somos bons e nunca faremos o bem.

Os humanos, são os únicos animais, que evoluíram ao ponto de escolher não destruir. Não temos a opção entre construir e destruir, tudo na natureza remete o humano para a destruição, não destruindo acabaríamos construindo? 
Tal “liberdade” evolucionária é confundida como designo divino em prol da liberdade de escolha, ledo engano, pois os humanos não tem liberdade de escolher o que é melhor para si, somente temos a fugaz chance de evitar o pior, sendo assim o mundo constitui em duas partes, a destruição massiva ditada pela natureza e a tentativa operacional dos humanos de contornar estes efeitos. 
Um caso prático é a Dengue, um mosquito é necessário para passar esta doença para outra pessoa e o mosquito deve ser fêmea e deve picar uma pessoa contaminada e em seguida picar uma não contaminada, a transmissão não se dá de outra maneira somente desta maneira, sabemos que uma pessoa que já foi curada da Dengue esta imune a esta doença (somente a variante em que foi contaminada existem quatro variantes da doença), mas se um mosquito fêmea picar uma pessoa imune e depois picar uma pessoa não imune a imunidade a este tipo da doença não é passada, isto é, a doença é totalmente contagiante mas a imunidade não é, este é um exemplo ínfimo da capacidade destruidora da natureza, cabe assim aos humanos controlar, evitando morrer, utilizando remédios e evitanto que estes mosquitos transmissores vivam, isto é, destruindo o mosquito.
A natureza impõe a destruição, é inerente, estudos apontam pelos menos 4 grandes extinções em massa na história do planeta e em nenhuma os humanos estavam envolvidos, somos a primeira espécie que tem a opção de barrar a destruição que involuntariamente a natureza nos impõe.
Mas o que eu quero discutir aqui não é a liberdade da humanidade em evitar a destruição da natureza, mas é em si a única escolha para a sua sobrevivência, não temos na natureza um evento normal que nos beneficie não existe vírus que nos traga benefícios, não existe tsunami benéfico, não existe um ser inteligente no céu controlando isto tudo, somos donos de nosso destino, somos livres para matar, não somos livres para ressuscitar, mas somos livres para evitar que nos matem, somos impedidos fisicamente de fazer o bem, o que temos é a chance de evitar o mal.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Definição de Milagre

Links para esta postagem
Definição de um ateu(eu) para um milagre (ou desgraça)

"Um milagre nada mais é que a ocorrência de um evento com probabilidades estatísticas com frequência no tempo muito remota"

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Ótima palestra do Professor Hawking

Links para esta postagem
Acesse o link para conferir

http://www.ted.com/talks/lang/por_pt/stephen_hawking_asks_big_questions_about_the_universe.html

Ou veja aqui mesmo

Sorte ou Azar?

Links para esta postagem
Existem cerca 40 sextilhões de planetas no nosso universo, e esta é uma conta por baixo, com números aproximados, alguns cientistas afirmam que este numero é 1000 vezes maior e o mais pessimistas estimam que seja entre 4 sextilhões a 400 sextilhões. Por enquanto só sabemos que existe vida em somente um destes planetas, que é a o nosso.


Os crentes falam da incrível sorte de estar tudo no seu lugar certo e que esta perfeição só pode ser obra de um ser maior, mais inteligente, que seria impossível dar tudo tão certo somente ao acaso e pelo caos. Mas vamos refletir, imagine um grande e imenso campo aberto, você olha para um lado e não vê o fim, olha para o outro e também não vê onde acaba, neste campo não existe nenhuma arvore sequer, mas tem água, tem sol, chove regularmente, mas nenhuma arvore, você decide mudar esta paisagem e criar um grande floresta, ótimo, você compra 40 sextilhões de sementes das mais diversas espécies e as distribui em todo este vasto campo, você irá cuidar correto? É a sua criação, não pode deixar largada a esmo, mesmo com todas as condições favoráveis não seria prudente. O tempo vai passando, e nada de nascer, o tempo passa, passa, e nenhuma única arvore nasce, você cuidando, regando, jogando adubo e nada, até que depois de muito, muito tempo nasce uma muda, feinha, toda manchada, e vai crescendo lentamente, com dificuldade, por mais que você cuide, ela ainda cresce feia, não é frutífera, não tem flores, parece mais um arbusto que uma arvore e fica ali lentamente crescendo, das 40 sextilhões de possibilidades de florescer um arvore, nasce só uma e ainda feia e sem graça, você realmente não fez um bom trabalho. Você morre e depois de um tempo chega alguém e vê aquele imenso campo só com aquele arvore feia e sem graça, sabe das 40 sextilhões de sementes e pensa "Isto não é obra de um ser inteligente". Se deixasse o acaso com certeza mais de uma arvore nasceria, você deve ter adubado demais, jogado em terras ruins, revirou muito a terra, plantou muito fundo, uma série de coisas que se você só tivesse jogado não teria matado tantas arvores.


Este fábula diz o seguinte, se deus realmente criou o universo e jogou 40 sextilhões de planetas no universo inteiro só para este aqui dar vida (a arvore feia) mesmo segundo os crentes sendo deus o mantenedor da vida, ele realmente não fez um trabalho muito bom, isto não é algo que uma pessoa inteligente faz, o caos consegue fazer melhor que acertar 1 em 40 sextilhões, para acertar 1 em 40 sextilhões você tem que fazer muita coisa errada, isto é, a chance de ter planetas como o nosso no restante do universo só considerando o caos é de 40 bilhões de planetas com condições idênticas a da Terra, isto não considerando um ser inteligente organizando isto tudo, se tivermos um ser inteligente no mesmo nível que um agrônomo estaria para o nosso campo de arvores, certamente o numero de planetas habitáveis é perto dos 40 sextilhões, mas tudo indica que não, que não existe tal ordem, então com tantas possibilidades é lógico que alguns destes planetas possam cair na distância certa, com tamanho certo, etc. etc. E acertar tão poucos em tantas chances não é sorte, isto é um puta azar.