sexta-feira, 19 de junho de 2009

Conversa

Links para esta postagem
Papo rápido ao sair do meu carro

Meu colega "Cara este adesivo de peixe que tem no seu carro não é aquele dos católicos?"

Eu "É uma variação sim, na verdade é dos católicos, evangélicos, cristãos diversos"

Meu Colega "A tá mas porque o seu tem estas patinhas?"

Eu "É porque este já evoluiu"

Meu Colega "Putz rsrsrs"

sábado, 13 de junho de 2009

Ecos

Links para esta postagem
A insegurança dos crentes em deus é tão grande em relação aos humanos que nem o bem a bondade e o amor pode ser criação do humano da evolução das especiais, a crença em deus é o maior e sem duvida a pior descriminação, é o racismo puro, o racismo contra os humanos, os religiosos nos jogam em uma lata de lixo em que não somos nada alem de seres desprezíveis que estão vivos graças a providencia divina, em um mundo criado por ele e por ele o amor existe e nos seres ingratos deturpamos e merecemos ser castigados vivendo a angustia do dia, do medo da morte, incutida em nossas mentes pelo criador do universo, o medo da vida sem sentido a agressão gratuita das horrendas ações humanas permitidas por deus, pois nós humanos não entendemos a sua mensagem? Temos na vasta existência humana uma sequência horrenda de acontecimentos, pois não entendemos o amor de deus? Esta ínfima e sem importância existência para o horizonte de eventos do universo sofre a indiferença divina, pois ele criou o homem com angustias criou a vida com erros e mesmo assim prefere que soframos, pois para ele o que vale é a existência ou um singelo momento de felicidade?
Não isto é só uma história infantil para jogar a humanidade no lixo, escoria divina que nos somos, acreditar em deus não é presenciar o amor de deus pelos humanos é presenciar sua indiferença para com os humanos se o mesmo existe não sabe de nossa existência, pois se eu fosse o criador deste mundo a mazelas encontradas nele iriam dilacerar o meu coração, eu devo acreditar em um deus que deseja ser louvado o tempo todo? Não isto é mais um produto de não compreensão da vida, o eco distante da nossa primitiva infância, ainda somos seres toscos e sem nenhuma importância para o universo, ainda a única opinião sobre os humanos é de nós mesmo, os religiosos nos vêem como o mal que deus criou e deseja concertar, em uma engrenagem confusa e sem lógica, criar algo para lhe inferir sofrimento só porque ele deve encontrar os seus erros a partir do ser que criou os próprios erros? De onde diabos tiramos isto? Até sei de onde tiramos isto, o que me apavora é porque ainda acreditamos. Pois se continuarmos a viver esta ilusão nunca vamos dar valor ao humano e iremos cada vez mais no discriminar como espécie deste mundo perdido da vastidão do universo.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Um bom ano para Darwin

Links para esta postagem
Este ano de 2009 tem sido um bom ano para Charles Darwin em contrapartida um ano péssimo para os defensores do criacionismo, nunca se encontrou tantas evidências para a evolução das espécies e justamente no ano de comemoração dos 200 anos do nascimento de Darwin e 150 anos de lançamento do seu mais famoso livro "A origem das espécies", se deus existir ele esta ajudando Darwin, não que a teoria da evolução precise de mais provas, as que existem são suficientes e bem embasadas, constituem provas factuais, confirmadas por diversos outros ramos da ciência como a Geologia, Geografia, Ciências Sociais entre tantas outras.
Uma das ultimas descobertas põe fim na falácia criacionista que apesar de conseguirmos recriar em laboratório as condições iniciais da sopa primordial e ter surgido assim moléculas, estas não tinha DNA, portanto não conseguiam reproduzir, e para os criacionistas isto só poderia ser obra do divino, ora na natureza estimasse que demorou cerca de 1 bilhão de anos para ter surgido o DNA, a alegação criacionista que a teoria da evolução não passa pelo teste de falha é idiota, pois necessitaríamos deste tempo para poder provar, em vez de encontrar uma forma de desqualificar a abiogênese cientificamente os criacionistas ficam apontando os "defeitos" na teoria da evolução sem saber o porquê da existência destes pseudo-defeitos.
Qualquer livro de biologia na mão de qualquer estudando de uma escola séria sabe que a partir da sopa primordial surgiram às primeiras moléculas em seguida apos milhões de anos começou a originar células auto-replicantes com RNA (acido ribonucléico) esta pequenas maquinas biológicas faziam a copia "exatas" das células mães para células filhas, com o tempo (milhões de anos depois) surgiu o DNA, mas ai é outra história, o que temos agora é que cientistas conseguiram recriar em laboratório moléculas com RNA, isto é uma prova maciça que a abiogênese (surgimento espontâneo da vida) realmente ocorreu seguindo o modelo apontado por Darwin há 150 anos.
Veja aqui no site da Nature o artigo, infelizmente é necessário ser assinante para ter acesso completo, mas logo veremos outros artigos inclusive em português.
http://www.nature.com/news/2009/090513/full/news.2009.471.html

Lembrando que Pasteur famoso pela frase "Um pouco de ciência nos afasta de deus, muita nos aproxima" refutou a abiogênese aristotélica aquela que se acreditava que moscas surgiam do nada bastava ter um monte de lixo, ou que larvas surgiam na carne depois de um tempo, ou que camundongos surgiam a partir de uma receita antiga "colocar uma camisa suja em um canto e um pouco de trigo que dentro de 21 dias surgiria um camundongo a partir destes itens" graças à boa ciência de Pasteur ele fez um experimente que prova que não existe este tipo de abiogênese, mas a abiogênese química ou biogênese foi provada mais tarde pelo experimento Urey-Miller em 1953 que moléculas podiam surgir a partir de uma sopa primordial, e agora com o experimento que recria as moléculas com RNA, espera-se com isto colocar fim de vez na questão sobre a origem da vida, não é nada salutar ficar insistindo em algo que não tem relevância física factual como é o caso do criacionismo, aposto que como bom cientista que era Pasteur hoje talvez até mudasse sua frase frente às novas e incríveis evidências, estas que podem ser testada por qualquer pessoa, basta estudar.