sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Militancia Atéia - Soluções e Problemas

Links para esta postagem
Dawkins e um dos "ônibus ateu" da Grã-Bretanha


Gosto às vezes de refletir a militância em prol do ateísmo como uma tentativa de mostrar o outro lado da moeda, me pego sempre pensando naqueles filmes em que o herói começa sempre apoiando uma causa e sempre existe outra que é contra e no final das contas o protagonista percebe que lutou pela causa errada e começa a apoiar o outro lado, e no caso do ateísmo é aqueles filmes que o ateísmo seria aquela organização bem furreca que é oprimida sem nenhum motivo só porque pensa diferente. E penso que muitas pessoas não conhecem o outro lado e estão lutando contra algo que em muitos pontos elas tem opiniões iguais. Neste sentido acho que se deve informar e mostrar como e no que pensamos, neste sentido podemos fazer alguma militância, mas sem ser intrometido, mostrar que existe a informação e para quem quiser pode encontrar. Não acho correto, por exemplo, sair gritando no que nos apoiamos, isto pode não interessar a muitas pessoas e não devemos invadir sua privacidade.
Portando as campanhas em ônibus que estão sendo veiculadas na Inglaterra, Irlanda e Espanha com a frase "Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida" são uma tentativa de instigar as pessoas a verem como pensamos e assim ir atrás de mais informações, acho que uma campanha atéia deva ter no maximo esta relação com o publico de mostrar que existe uma segunda opinião, mas só mostrar, e deixar quem quiser por livre e espontânea vontade ir atrás desta informação. Não devemos nunca em nenhum momento ser chatos e ficar atrapalhando a vida normal das pessoas, as propagandas devem ser en passant, e também nunca devemos poluir visualmente o ambiente, todas as propagandas devem ser simples, com frases simples, nenhuma deve extrapolar o bom senso e a vontade de certas pessoas de não querer ouvir ou ver aquilo. E se houver provocação dos crentes não deve ser nunca respondida, não queremos ter a culpa de ter iniciado a bola de neve.
Por exemplo, meu blog só entra quem quer. Devemos mostrar o outro lado para quem quer ver e não forçar para quem não quer, e isto nunca e de nenhuma forma, sempre devemos ser discretos e comedidos, não vamos criar barulheira não precisamos disto somos em prol do dialogo e da argumentação e na da disputas.
Digo isto porque no Brasil também se planeja fazer este tipo de propaganda por meio de uma associação de ateus daqui do Brasil a ATEA a proposta esta no site dela http://www.atea.org.br/, portanto acho que devemos ter um tipo de procedimento em função destas publicidades para assim não sermos acusados de provocar o outro lado, pois não é este objetivo, o objetivo é de informar que existe outro lado somente isto.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

A duvida de Calvin

Links para esta postagem
Clique na imagem para ampliar.







Calvin com o seu amigo imaginário o tigre de pelúcia tem sérias duvidas sobre a existência de Papai Noel que acaba sendo extrapolada para deus, mas a sutileza esta na pergunta "Qual o sentido disto tudo?" bom Calvin provavelmente estava se referindo no sistema que Papai Noel utiliza para presentear as crianças seguindo o propósito delas serem boas ou não, presenteando as que foram boas e as que não foram boas não presenteando, é a mesma história do seja bom e te dou um biscoito, como na segunda tira ele já explica que na duvida ele acaba acreditando e como o nosso amigo tigre alerta "Isso é muito cínico da sua parte" o que realmente é, alem de imoral e revela uma bondade que deve ser recompensada, se ensinamos isto para nossos filhos desde cedo nunca teremos pessoas boas por serem boas mas por necessitarem de ganhar algo em troca, quando crescem elas querem o maior presente de todos que é a imortalidade no paraíso, mesmo largando Papai Noel ainda se mantém a crença cínica e imoral em Deus, no caso do Calvin é só um simples espírito natalino e de muitos qual é a desculpa para ainda serem cínicos consigo mesmo?

Esclarecimentos

Links para esta postagem

Existem alguns esclarecimentos que gostaria de fazer acerca de quando faço uma declaração do tipo “Por que deus não faz tal coisa” ou “Por que deus não fez tal outra coisa” ou “Se deus é o todo-poderoso porque não temos tal coisa” quando falo de deus é supondo a sua existência em um grau um pouco maior que a probabilidade normal que é próxima de zero, não quer dizer nem de longe que estou desafiando deus, mesmo porque não acredito nele, uso este artifício para causar impacto, muitas pessoas esquecem que o Deus que elas acreditam é onipotente, onisciente e onipresente isto é ele pode tudo, sabe de tudo e esta em tudo, e por isto tudo ele não poderia pela lógica natural “fazer” certas coisas, por isto falo como que deus poderia fazer tal coisa, mas não de forma revoltada contra deus, mas de forma contra a lógica do que se apresenta e do que deus é apresentado pelos teólogos, que para mim conforme mostrado em alguns post’s é um deus fabricado, mesmo porque cada um acha que deus é de uma maneira, e a lógica diz que uma coisa com muitas explicações provavelmente não existe, então quando vocês lerem que algo que parece uma revolta minha contra deus entenda que é contra a lógica, não sou nem de longe nenhum ateu revoltado com deus, e nem me tornei ateu porque deus não faz nada para mudar o mundo, tornei-me ateu pela lógica da incoerência entre a fala e prática, o uso da razão que norteia minhas ações e meus post’s também, lógica que uma pessoal racional não quer dizer que ela não seja emotiva então uso o sarcasmo e as vezes uma dose exagerada do que parece ser uma revolta contra deus quando que na verdade é uma revolta contra as pessoas que não conseguem ver que o deus que elas acreditam não poderia permitir um mundo como este. E ponto final.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

A Crença Cega

Links para esta postagem
Os que não padecem desta neurose (religiosidade) talvez não precisem de intoxicante para amortecê-la. Encontrar-se-ão, é verdade, numa situação difícil. Terão de admitir para si mesmos toda a extensão de seu desamparo e insignificância na maquinaria do universo; não podem mais ser o centro da criação, o objeto de eterno cuidado de uma Providência beneficente. Estarão na mesma posição de uma criança que abandonou a casa paterna, onde se achava tão bem instalada e tão confortável. Mas não há dúvidas que o infantilismo está destinado a ser superado. Os homens não podem permanecer crianças para sempre; têm de, por fim, sair para a vida ‘hostil’.” Freud

A crença cega extermina a razão e a preocupação, viram reféns de outras mentes, somos ignorantes e não conseguimos examinar a mais básica das evidencias, conseguimos ser extremamente céticos para comprar um carro, mas não conseguimos ser nada céticos para irmos a uma igreja e rezar para algo que não consegue manter nem a sua “casa” em pé, espero que isto ilumine a cabeça de algumas pessoas.


Atualização
Vejam estas duas reportagens

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/01/20/ult5772u2629.jhtm
"Renascer encara desabamento como desígnio celestial e tenta evitar desunião"

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u492040.shtml
Bancada evangélica da Câmara Municipal impediu investigação de templos



Eles impediram as vistorias e depois falam em desígnio divino, quem em sã consciência fere 100 pessoas e mata nove pessoas só para testar a fé que tem neles, seria como se eu matasse nove pessoas e ferisse outras 100 de um fã clube que por ventura pudesse ter só para ver se eles são mesmos meus fãs, eu nunca faria isto, duvido que alguma pessoa sem sérios problemas psicológicos o faria, mas pelo jeito o criado do universo, aquele do amor absoluto, fez. Até quando a ilusão irá durar até quando?




terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Recomendação Papal

Links para esta postagem
“Se é certo que um Deus fez este mundo,
não queria eu ser esse Deus:
as dores do mundo dilacerariam meu coração.”
Schopenhauer

O Papa é segunda a tradição católica o sucessor do apostolo Pedro, este apostolo que Jesus deu o poder para “tudo o que ligares na terra será ligado no céu e tudo o que desligares na terra será desligado no céu” a atribuição alem de capenga é sem sentido algum, bom primeiro porque o apostolo Pedro não viveria eternamente, portanto assim segundo a igreja católica os sucessores que são escolhidos pelo espírito santo, isto é, pelo próprio deus, carrega esta atribuição consigo, bom recentemente em mais um incrível e útil anuncio papal ele nos dá boas idéias afim de resolver o problema de Israel com a Palestina, vejamos algumas delas, O Papa Bento XVI afirmou nesta quinta-feira que a opção militar não é uma solução para guerra em Gaza e pediu um cessar-fogo, “O papa Bento XVI pediu hoje um cessar-fogo na Faixa de Gaza ea retomada das negociações de paz”, bom não sou papa, não estudei o que ele estudou apesar de ter a opinião que ele não estudou de forma correta e ter deturpado muito do que leu, mas mesmo assim ele leu muito bom e suas opiniões sinceramente são ridículas, uma criança tem opiniões mais aprimoradas que a dele, ele só falou porque tinha que falar algo, mas o que me deixa incrivelmente intrigado é que alem disto tudo ele tem o poder que o próprio Jesus lhe entregou por intermédio do apostolo Pedro, então já que ele pode desligar (???) esta guerra no céu, é só querer, bom duvido muito que o papa não queira o fim da guerra, mas podemos supor duas coisas ou ele não tem o poder de desligar porcaria nenhuma ou ele quer a guerra, se ele pelo o que esta falando não quer a guerra então ele lógico não tem o poder, então Jesus ou somente passou este poder para o Apostolo Pedro, que é sem duvida uma coisa idiota pois ele veio a morrer poucos anos depois, ou Jesus não tinha poder de desligar nada, e no fim das contas disto tudo estamos mais sozinhos do que nunca, lógico que isto não prova que deus não existe, mas mostra mais uma vez que tanto Jesus e a maior igreja do mundo são incoerentes e sem sentido e não adianta vir com mais uma vez as mesma desculpinhas de cunho teológicos a realidade é que tem gente morrendo e se a bíblia é ou não o livro oficial desta religião? Então o que esta escrito esta escrito e ponto. E por este pequeno raciocínio lógico mostra que o que esta escrito é mentira, e para um livro sem falhas (cof) esta entra para a coleção.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Reinaldo Azevedo, Entre a Razão e a Fé Infundada

Links para esta postagem
"A piedade não é natural ao homem.
Crianças são sempre cruéis.
Selvagens são sempre cruéis.
A piedade é adquirida e aperfeiçoada pelo cultivo da razão"
Samuel Johnson
Reinaldo Azevedo é um colunista da Veja que por incrível que o pareça tem bons argumentos acerca da política, mas quando fala de religião ele tira o seu cérebro e põe de lado, neste texto que se encontra neste link http://veja.abril.com.br/241208/p_095.shtml, ele começou com cérebro, mas quando o tirou foi para valer, ele diz que o cristianismo foi quem fundou o humanismo, o mesmo cristianismo das perseguições as “bruxas” que fazia a mulher uma reles submissa do homem, o mesmo que não libertou os escravos (foram os poderes seculares que o fizeram), o mesmo cristianismo das cruzadas. Se foram atribuídas a Jesus que ele disse algumas coisas boas não duvido, mas nada de especial, a regra de ouro já existia no budismo, se os aclamados valores cristãos fossem tão úteis assim ao humanismo, o Brasil (maior pais católico do mundo) seria um paraíso de cordialidade, mas não o é, estamos envolto em guerras urbanas, assassinatos por motivos torpes, brigas, roubos e toda a gama de coisas que o cristianismo prega de forma errada para as pessoas não o fazerem, quem o faz pelo cristianismo é pelo egoísmo, sim egoísmo de que assim vai conseguir a redenção eterna, mas quando faz o mal, olha bem, pode ser perdoada basta se confessar, tudo é permitido desde que depois você se arrependa, isto é o que acontece na prática, mas então estamos perdidos? Felizmente não, existe a outra parte, a que sim realmente criou o humanismo, estamos falando da EDUCAÇÃO, países mais educados menos violência, corrupção e demais mazelas, países menos educados mais violência, corrupção e demais mazelas, não tem nada a haver com o cristianismo ou com qualquer religião pois nenhum pais muito religioso esta em paz, na verdade é incrível como o índice de religiosidade aumenta a violência e se no mesmo pais uma pessoa pensa diferente da outra sobre deus e geralmente cada religião diz que é o povo escolhido, logo remetemos a entender que o outro não é escolhido portanto o outro não vale nada e eles se matam para ver quem é realmente o escolhido.
Agora tirando a parte da teologia barata (e toda teologia é barata) que o Azevedo usa para “mostrar” que Dafur precisa de cristianismo (precisa de educação meu caro Azevedo), na parte prática estamos abandonados realmente por deus, bom queira ou não segundo o catolicismo Jesus é Deus e vice e versa e Jesus nasceu na região da palestina, agora porque nem ali pode ser um local de paz? Porque nem ali deus mostra um pouquinho do seu poder, já que para resolver aquele conflito é só “iluminar” umas 100 cabeças no máximo, porque nem ali onde o próprio deus nasceu ele resolve este conflito? É tão complicado assim? Bom lógico que a teologia explica porque deus não faz o obvio, a teologia explica tudo porque ela inventa a explicação, como eu falo por mais que eu filosofe sobre uma arvore de laranja que de limões, as arvores de laranja continuaram a dar laranja, isto é, no caso de deus posso filosofar a vontade pois ninguém pode me contestar, por isto existe tantas “certezas” sobre deus, mas o fato que pessoas estão morrendo pelo mundo e não é o cristianismo que irá salvar o mundo, ele teve 2000 anos para isto e não conseguiu, não conseguiu nem se quer salvar os escravos, as mulheres quanto mais o restante da humanidade? Vamos nos apoiar na educação e na razão.