quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Stop at Two - Make Love don´t Make Children

http://info.abril.com.br/noticias/tecnologias-verdes/pare-no-segundo-filho-diz-estudo-04122009-19.shl

Vejam esta reportagem muito boa. Incrível que comentei com minha namorada estes dias que não adianta diminuir a quantidade de CO2 lançada o que tem que diminuir é quantidade dos principais emissores de CO2, que são os humanos, tanto na parte biológica, como também em termos de produção industrial, menos gente, menos tudo e os humanos são tão nocivos ao meio ambiente que cada pessoa que vive em média 70 anos produz mais poluição que muitas fabricas, nosso aproveitamento energético é ridículo, precisamos grandes quantidades de ar, comida, água para sobreviver e quase tudo é devolvido para a natureza em forma de dejetos, se comemos 1kg de alimentos devolvemos quase todo ele depois de alguns dias, o ar entra bom sai CO2 (poluindo 24h por dia o ar), água somos um filtro ao contrário ela entra pega tudo de porcaria no corpo e sai poluída, não precisamos sair matando todo mundo mas precisamos diminuir a produção de pessoas no mundo, vou lançar uma frase tipo "We Can" ela é a MLMC "Make Love don´t Make Children" sem radicalismo como diz a reportagem pare no segundo filho.



Os dois paises mais populosos são a China e a Índia juntos tem quase a metade da população mundial. A instituição mencionada esta na Índia trabalhando, a China tem um controle populacional muito bom, mas lá eles já estouraram a capacidade de controle, tende a estabilizar. Mas isto devia ser matéria de aula nas escolas publicas, valendo nota "Planejamento familiar". Hoje estamos com uma biocapacidade em torno de 2,1 gha/cap isto é 2,1 hectares globais por pessoa, 2,1 hectares (21mil m²) até pode ser bastante coisa para uma pessoa, mas lembremos não estamos sozinhos no mundo temos que dividir isto tudo com todas as espécies de animais e plantas, estudos dizem que devemos ter cerca de 3.3gha/cap o que representa 3.4 bilhões de pessoas como população ótima máxima, estamos com 6.5 bilhões é muita coisa mesmo, apesar que no Brasil este numero esta em 4,4 gha/cap (muito bom) mas se tirarmos a Amazônia vai para modestos 2,7 gha/cap fora a concentração exagerada em alguns pontos o estado de São Paulo por exemplo é pior que a média mundial 1,67gha/cap, no Brasil esta mais fácil chegar aos 3,3 gha/cap (158milhões de pessoas, hoje temos 195milhões de pessoas) mas ainda temos que redistribuir estas pessoas, bom espero que os governantes e planejadores saibam destes números (se for para apostar eu digo que não sabem)

4 comentários:

  1. querido Pedro, e´mais ou menos assim: O q fazemos qud estamos com dor de dente? Vamos em prol de matar a bactéria do dente...
    Em relação á todos estes assuntos ambientais.... SOMOS A BACTÉRIA E NATUREZA SEMPRE DARÁ UM JEITINHO DE LIQUIDAR ESTA ENFERMIDADE!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. SÓ MAIS UMA COISA... COMO ENTRAR EM EQUILIBRIO COM AS ESTATÍSTICAS DE DADOS DEMOGRÁFICOS SE POR EXEMPLO NO NORDESTE DO BRASIL PAGAM PARA AS PESSOAS TEREM FILHOS?

    ResponderExcluir
  4. Não tem condição mesmo, enquanto o governo for conivente com o que a igreja prega e a igreja não ter responsabilidade social e falar "ta bom já de crescer e multiplicar" vai ser difícil dar uma jeito na população mundial, porque o problema esta onde tem a pobreza, e onde existe pobreza existe a presença maciça da igreja, não sei se para ajudar ou para manter, mas estão lá eles tem acesso e tinham que ajudar no planejamento familiar, infelizmente fazem o contrário, deve ser para aumentar o rebanho (sic).

    ResponderExcluir