terça-feira, 11 de novembro de 2008

Filosofia

Filosofia muito bem ilustrada aqui por Saramago no seu livro História do Cerco a Lisboa,

“...Quando chegar ao fim do meu passeio saberei mais, mas também é certo que saberei menos, precisamente por mais saber, por outras palavras, a ver se me explico, a consciência de saber mais conduz-me à consciência de saber pouco, aliás, apetece perguntar, que é saber, tinha razão o historiador, a minha vocação é para filósofo, dos bons, daqueles que pegam num crânio e levam a vida toda a interrogar-se sobre a importância que um crânio tem no universo e se há razão para que o universo se preocupe com esse crânio ou para que alguém se interrogue sobre universo e crânio...”

Este livro é permeado por estas excelentes ironias, o que seria de nossas vidas se não fossem os filósofos (mas nem todos são ruins só 99% deles)

Nenhum comentário:

Postar um comentário