segunda-feira, 14 de julho de 2008

Estudo relaciona descrença religiosa a QI alto

Eis o titulo de uma reportagem que eu vi no estadão confira mais neste link:

http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid195483,0.htm

Mas o que isto representa? Que eu sou mais inteligente que os crentes? De nenhum jeito, o que acontece aqui é que o ateísmo é altamente relacionado ao método cientifico, a lógica, verificação, quantificação, mensuração e demais atributos. O ateu geralmente é um cético e segue o método cientifico como um balizador para resolver os problemas diários e o teste de QI foi feito para os que têm lógica ordenada, pensamento instruído e sistemático, isto configura ser mais inteligente? Não, no maximo são pessoas mais esclarecidas e corajosas, não que o crente é uma pessoa burra, o que ele não tem é o esclarecimento necessário, a coragem necessária e ainda presumo que falta a centelha que faz ele perceber a incrível ilusão em que ele vive , uns preferem somente acreditar sem averiguar, como no espiritismo, não interessa para muitos espíritas que experimentos na física nunca terem encontrado qualquer vestígio da existência de espíritos e olhe que a física já provou a existência do fóton que não tem massa, mas para o espírita basta a dúbia e contestada revelação pessoal. Citei este exemplo, mas todas as religiões são assim, os que participam não quererem confrontar os alicerces de sua fé, se são reais ou não a sua maioria não quer averiguar não quer se esclarecer e a outra parte ignora as evidencias para não perder um amigo imaginário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário