sábado, 17 de novembro de 2007

Mulher obriga família a jejuar e morre

Esta matéria foi publicada na folha na quinta-feira e vou fazer uma analise dela, que para mim já bastava o titulo para desmoronar todas a idéias de divindades e mostrar que a auto-enganação é realmente um fator muito presente no cotidiano brasileiro, encontramos níveis grandes de auto-enganação em todas as classes e com pessoas com níveis de escolaridade alto, realmente o Brasil é um pais pouco racional, e mesmo o sentido do que é razão é totalmente deturpado pelas pessoas, a razão toma moldes de pessimismo, e ai que entra a auto-enganação para suprir este pessimismo, deus provavelmente surgiu desta maneira, mas as pessoas mentem para elas mesmas das mais diversas formas, mas vamos ver a matéria meus comentários estão em vermelho.

Mulher obriga família a jejuar e morre

ITALO NOGUEIRA
DA SUCURSAL DO RIO

Cristã fervorosa, a missionária Cláudia Simião da Silva, 35, levou sua fé ao extremo ao jejuar por cerca de um mês -esperando um "enviado divino"- e obrigar duas sobrinhas, a irmã e a sogra a acompanharem o retiro. Ela foi encontrada morta, segundo a polícia, por inanição dentro da própria casa, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (RJ).

Bom na minha modéstia opinião só esta primeira parte já mostra tudo, a Cláudia esperava o envio divino que não aconteceu, ela morreu dentro de casa esperando, onde estava deus? Já ouço as desculpas esfarrapadas dos teistas “deus não pode ser coagido”, “deus não age desta maneira”, “este tipo de suplica é primitivo deus não dá nada, mas da condição a fim de você conseguir isto”, bom vamos lá também acho que deus (se existisse) não poderia ser coagido, mas porque diabos ele não “iluminou” alguém para ir à casa da mulher e mostrar para ela que ela “age” de outras maneiras? Se este tipo de suplica é primitivo porque deus não deu condições para a mulher conquistar aquilo que ela queria? E se deu porque deus é tão evasivo e excluso em suas ações, se deus age desta maneira e a pessoa não consegue perceber que ele esta agindo seria melhor simplesmente não considerar mais a ação de deus, já que é impossível de conceber? E o jejum é um artifício católico muito forte, quartas feiras de cinza e sexta feira santa, a proibição de comer carne, deus fica putinho se você comer carne nestes dias, isto porque ele deu uma relaxada nesta vontade dele antes era a quaresma inteira de jejum e sem carne, depois você podia comer carne até não agüentar mais, mas nestes dias não, porque? Vai lá saber deus é meio doido! Ou as pessoas são meio doidas de acreditar em deus?

As cinco pessoas ficaram confinadas por quase dois meses em casa. As irmãs Adrielle, 9, e Grazielle Souza Santos Simião, 11, foram internadas na sexta-feira apresentando quadro de desnutrição e de confusão mental e devem ficar hospitalizadas por quase um mês. Na mesma situação estão Cátia Simião da Silva (irmã), 31, e Lúcia Maria Simião da Silva (sogra).
Cláudia teria obrigado a família a permanecer dentro de casa. Em depoimento à polícia, o pai das duas garotas, o desenhista técnico Uendes Simião da Silva, 33, afirmou que Grazielle lhe contou que "Cláudia havia dito que o jejum duraria até que recebessem uma resposta de Deus no sentido de enviar uma pessoa que os tirassem daquela vida e os levassem para uma casa na zona sul [área nobre do Rio de Janeiro]".

Como deus é bom né gente? Olha só ele ama tanto a humanidade que ele deixou uma menina de 9 anos e outra 11 quase morrer só porque ele gosta que jejuem e obrigue ele a ajudar os humanos, “estes humanos malditos” deve pensar ele “como eles querem que eu ajude? Não gosto deste tipo de ação, rezem e vão a igreja comer a rodelinha branca com o corpo do meu filho dentro, o é o meu corpo? A sei lá acho que é um mix do meu corpo com o do meu filho e do espírito santo, ou não? Nossa estou confuso! Opa nossa a mulher morreu, a que se dane, estes malditos humanos” lógico isto se deus existisse, como ele não existe a mulher simplesmente morreu porque se auto-enganou.

Não se sabe a qual denominação religiosa Cláudia pertencia. Ela freqüentava a Igreja Batista de um bairro próximo, mas havia abandonado os cultos cerca de dez anos atrás. Depois disso, viajou para Argentina, Uruguai e Angola. Segundo Uendes, ela era formada em teologia e cursava direito.
A clausura começou em meados de setembro. Confinados, os moradores da casa inicialmente só podiam comer o que havia dentro da residência. No início de outubro, a luz foi cortada, pois a família completara três meses sem pagar a Light -distribuidora de energia elétrica. A comida, estragada, não pôde mais ser consumida. Foi quando o jejum começou.

Errrr bem sabe o que é, então, hummm, A MULHER NÃO ERA ANALFABETA e IGNORANTE, pelo contrario formada em teologia que é a pseudo-filosofia da auto-enganação e invenção e cursava ainda de quebra direito (lógico que direito não é nossa que curso mas é faculdade só 3% da população tem acesso) ela é o exemplo simples e puro de como o homem criou deus, e também é exemplo que o próximo passo para um mundo melhor é um mundo sem deus, sem ilusões sem delírios vamos só olhar para o mundo e tentar fazer aqui o nosso paraíso.

E importa a denominação religiosa? É tudo besteira pseudo-filosofica tudo invenção.

Imagino um pastor ou padre falando

“-Irmãos hoje acordei e tive um sonho que deus mandou todos jejuar muito, e lógico doar não 10% mas 15% do nosso salário, deus falou com estas palavras no meu sonho “Peça para que eles doem até doer”.

Sim agora a “explicação” destaques essenciais em negrito

Cursos bíblicos
Durante todo o tempo, as criança tiveram "cursos bíblicos", segundo a conselheira tutelar Elaine Galvão, que ouviu Grazielle no Hospital Estadual Carlos Chagas.
Além dos portões trancados e da ausência total de eletricidade, Cláudia tampou as janelas com cortinas pretas. Segundo Galvão, ninguém foi agredido durante o confinamento.
Na sexta-feira, por volta das 17h, as duas crianças conseguiram sair de casa. Cláudia já estava morta há cerca de cinco dias, e seu corpo havia entrado em estado de decomposição.
Cátia e Lúcia desmaiavam e vomitavam sobre os próprios corpos regularmente (ta certo deus não pode ser coagido, mas deixar duas crianças neste estado? Para com isto é revoltante acreditar que possa existir alguém assim e pior alguém assim que é o deus todo poderoso é simplesmente ridículo conceber que exista um deus) . A avó, então, mandou as meninas procurarem ajuda.
"Elas pareciam aquelas crianças da Etiópia. Era só pele e osso", afirmou José Carlos Lima, 36, vizinho da família. As duas procuraram ajuda no bar de Milton André, 64. Ele lhes ofereceu macarrão, leite, bala e refrigerante, mas elas não conseguiam comer.
Segundo o delegado Flávio de Brito, a avó e os pais das meninas podem responder por crime de abandono de incapaz, mas a conclusão do inquérito ainda está indefinida.
O laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontando a causa da morte de Cláudia ainda não foi concluído.



"O Povo gosta e deseja ser enganado" e adiciono "O Povo gosta e deseja ser enganado e se enganar"

Nenhum comentário:

Postar um comentário